Tuesday, January 09, 2007

James castanho

2006 ficou marcado por ter perdido algumas figuras que se distinguiram na história mundial, a todos os níveis... uma delas foi o grande James Brown, que, qual quê, nem curso de jazz, ou musicologia, ou conservatório ou coisa que o valha... já estava dentro dele e isso é característico dos génios... típico é também uma vida mais complicada no seu início, e até durante a carreira, como a dele... conhecem-na? Aqui vai:
Nasceu em 1933 na Carolina do Sul, e aos 4 anos foi abandonado pelos pais e deixado aos cuidados de parentes e amigos. Cresceu nas ruas de Augusta (Geórgia), onde cantava e dançava para pagar o aluguer de um quarto, num bordel.
Abandonou a escola aos 15 anos e aos 16 anos, passou três anos numa espécie de prisão por roubar carros. Em 1988, foi condenado a seis anos por posse de drogas e armas.
Contudo, foi um grande letrista e produtor musical, foi o principal impulsionador da evolução do gospel e do rhythm and blues para o soul o funk, sendo a invenção deste último género creditada a ele. Também deixou a sua marca noutros géneros musicais, incluindo rock, jazz, reggae, disco, no hip-hop e na música dançante e electrónica em geral. Teve alguns apelidos, como "Soul’s Brother Number One”, "Godfather’s Soul" e "Mr. Dinamite".
James era frenético, gravou mais de 800 canções durante sua carreira. Teve mais de 119 sucessos nos top’s e lançou mais de 50 álbuns. Todos os discos que ele gravou entre 1960 e 1977 ficaram entre os top’s 100. Entrou no Hall da Fama do Rock and Roll e recebeu um prémio Grammy pela carreira musical, em 1992.
Faleceu no dia de Natal do ano passado, em Atlanta, devido a uma terrível pneumonia…

PS: Uma grande música, sem dúvida... I feel goooddd... após tantos dias em casa doetinha... mais este dia e amanhã estou como nova ;) eheh

2 comments:

astolfo said...

james castanho dominava...
volta depressa, as gastroenterites ja nao estao na moda :p

bjinho gd de melhoras (mais um...)
***

sarita said...

Ora cá vou eu comentar...
Realmente James Brown vai ficar prá história musical. Mas será que ele n estaria ligado a um "gang"? Apesar da vida q teve, como será q conseguiu se manter tão bem?
Não foram só as plásticas q o puseram mais castanhinho...aqui há gato!!
Nexinha continua a investigar, principalmente sobre o "gang".
Bjoca grande e as melhoras ;)

P.S.- Não comas tudo o q vês...dp sai te cara a brincadeira =P